07 dezembro 2009

Entrevista

Intervenção Vende-se esse Rio
Interventor: Donda Albuquerque
Foto de Isaac Feitosa


Magnun: O que é intervenção cênica para você?

Donda: O ato de mexer no cotidiano, mobilizando a sociedade a pensar de uma forma diferenciada do dia-a-dia, fazendo-a questionar tanto a sua postura, quanto ao que a cerca. Este ato é revolucionário, acionário, ativista, político apartidário, social, cultural, artístico e acima de tudo humano.

Magnun: Por que faz intervenção?

Donda: Comecei a perceber que tenho a visão acomodada. Eu via pessoas, acontecimentos, atrocidades, infâmias e não me dava conta que não os percebia como verdadeiramente são e o tudo que causava. Acredito que quando constatamos algo, que em nosso julgamento, é errado, temos o dever moral e ético de fazer algo que mude, concerte, ou que pelo menos deixe todos conscientes do que está acontecendo. Por ser artista vejo a intervenção como um excelente veículo para essa mudança de olhar, uma provocação na inércia da sociedade.

Magnun: O que acha mais importante quando esta intervindo?

Donda: Que a questão escolhida para ser discutida na intervenção seja realmente executada. É muito importante estarmos atentos e focados na ideia que queremos discutir com a intervenção. Logo a ação pré-concebida se torna frágil, a ação é o meio de alcance, mas é preciso que o interator esteja atento em todos os aspectos da intervenção para que o foco permaneça, nem que isso altere a ação.

Magnun: Fale o que quiser sobre as ações intervencionistas da Cia do Chapéu.

Donda: Acredito que no momento estamos dispersos com a realização das intervenções. O que é engraçado, visto que em um momento anterior na história da Cia. do Chapéu que foram as intervenções que nos mantiveram juntos quando estávamos dispersos. Acredito que relaxamos um pouco determinando o período certo para realizarmos intervenções – Jornada de Intervenções – gostaria que pudéssemos fazer mais intervenções durante todo o ano e usar a jornada como uma “mostragem” concentrada desta ação que é tão importante para a companhia já que foi através das intervenções que surgimos e nos mantivemos juntos.

Nenhum comentário: