09 junho 2009

Acordados...

Enquanto, como diz Thiago, Alice!? dorme... Sonha... Tabariz acorda e traz consigo a vontade e curiosidade de quem acabou de acordar e percebeu que há um vazio em seu estômago... vazio a ser preenchido... e esvaziado... e preenchido... Com toda comida que lhe caiba a matar esta fome... de comer... de comida!

O vazio se questiona... O que comer? Raparigas? Putas? Mocinhas? Médicas? Cornos e capados? Mortos? Bêbados?

E por falar em bebida... Garçom!!! Bebida, por favor... Para nos ajudar a mastigar, triturar todas as possibilidades de alimento...

... que alimente a nossa arte... e o mais novo processo!

Alice!? Não será em nossas vidas o começo de um fim, Nem o fim de um começo... Mas será Tabariz o começo de um início sem fim...” O que você quer dizer? Explique-se! Não posso... É que ontem eu fui dormir Alice!? e hoje eu acordei Tabariz...

Um comentário:

Guilherme Ramos disse...

Acabo de presentear você com um "SELO"!

Passa lá no blog "prosopoética" e leve-o para seu blog!

Abração!

Guilherme
http://prosopoetica.blogspot.com